Tuesday, January 15, 2008

OBRAS-PRIMAS DE CHARLIE CHAPLIN INICIAM CICLO -MODERNOS SÃO OS CLÁSSICOS- NO CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA

Modernos São os Clássicos é um ciclo de reposições a decorrer no grande auditório do Cine-Teatro de Alcobaça durante todo o ano de 2008, com uma sessão mensal dedicada a alguns dos maiores clássicos da história do cinema. Empenhado em evocar a obra dos mais importantes nomes da chamada sétima arte, esta organização tenta contrariar a ideia da modernidade como uma mera "condição do presente" rigidamente centrada nos códigos de produção actual (isto quando sabemos que o verdadeiro cinema moderno nasceu há várias décadas atrás), mostrando-o através de cineastas incontornáveis como Charles Chaplin, Jacques Tati, Federico Fellini, Alfred Hitchcock, Michelangelo Antonioni, entre outros. A abrir essa iniciativa, e passados 30 anos após a sua morte, teremos quatro filmes de Charles Chaplin: Tempos Modernos (já na próxima terça-feira, 22 de Janeiro), A Quimera do Ouro (26 de Fevereiro), Opinião Pública (25 de Março) e O Grande Ditador (15 de Abril). Realizado em 1936, Tempos Modernos é um dos clássicos absolutos do cinema e retrata com um agudo sentido crítico e social a luta entre as máquinas e o homem na busca do seu caminho para a felicidade (e é ainda hoje a melhor metáfora para os dias de "choque tecnológico" que vivemos). Teremos agora a oportunidade única de ver a versão restaurada digital em 35 mm que teve a sua apresentação mundial e integrou a Selecção Oficial no Festival de Cinema de Cannes em 2003. Cada sessão mensal (o programa prevê agendar um filme sempre às terças e em duas sessões diárias: 14h 30 e 21h 30) terá a presença de um crítico de cinema para debate com o público no final da sessão. On y va!

3 comments:

Ninuska said...
This comment has been removed by the author.
Ninuska said...

Palmas a esta iniciativa! De Leiria a Alcobaça...lá estarei para me rir um bom bocado :-)

José Alberto Vasco said...

Será sempre bem-vindo!